domingo, 25 de março de 2012

lista para o dia

cobrir-se de ilha
esquecer a mão nos lírios
 respirar as sombras que restam
abrir-se às nuvens antes de nascer
despejar constelações
no ponto cego
cair sem cessar no ventre de coisa nenhuma
voar os pássaros que, carregados de chuva,
pesam no varal.

fotografia  rosângela rennó
palavras  luciana marinho

16 comentários:

  1. Fundirse con el árbol y revolotear de lluvias, y estrellas, y sombras y luces: vivir y sentir el vaivén de la vida a pleno pulmón, cada instante y en cada semilla. Besos muchos, Luciana querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, índigo,

      estou um pouquito sumida... mas sempre contente quando apareces por aqui a enriquecer o máquina lírica com teus comentários de poesia só.

      forte abraço!

      Excluir
  2. Gosto do que escreve, Luciana, a sua sensibilidade mexe sempre comigo.
    Por qualquer razão, e possivelmente nem vem a propósito, hoje lembrei-me destas palavras de Clarice: "Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento".

    Beijo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) grata!!
      e você chegando com clarice é pura poesia.

      beijos!

      Excluir
  3. sua poesia é sempre cheia de imagens bonitas, luciana.
    ontem eu pensava nas almas esticadas no curtume (de caetano veloso, em "o ciúme") e agora me traz a imagem dos pássaros...


    e assim, eu vu tecendo um álbum.

    beijao,

    r.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. roberto, li teu comentário hoje. não sei por que cargas d'água ele estava na caixa de spam. muitíssimo grata pelas palavras. cada vez mais vou ganhado a certeza de que tu fazes poesia quando escreves prosa. beijos!

      Excluir
  4. Que lindo, Lu. Faz tempo que não me banho em tuas palavras. Tava precisando sentir na epiderme. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ju,

      envolvida nos compromissos do cotidiano, acabo demorando para publicar e visitar os blogs de que gosto. quando recebo aqui pessoas estimadas como tu, fico bobinha.

      grata pela visita!

      beijoca

      Excluir
  5. Respostas
    1. a sensibilidade e o brilho estão no encontro do que escrevi e a tua leitura :)

      beijoca, drica!

      Excluir
  6. Deveras um dia produtivo. Vista-se com um sorriso de dever cumprido. <3

    ResponderExcluir
  7. manoel de barros sentiria um perfume.

    beijo grande.

    r.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ando com saudades da natureza, robertim.

      beijinho!

      Excluir
  8. Que interessantes metáforas: "Despejar constelações no ponto cego".
    Ver estrelas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sinto um carinho especial por esse texto..
      grata pela presença e pelo comentário, hanaé.

      abraço!

      Excluir

Partilha

Nome

E-mail *

Mensagem *